Tuesday, May 23, 2017

Ana Zanatti em périplo pela Alemanha em junho

Ana Zanatti, atriz de cinema, teatro e televisão, visitará em junho os leitorados do Camões I.P. nas Universidades de Mainz/Germersheim, Hamburgo e Humboldt de Berlim, onde fará sessões de leitura. 

Ana Zanatti iniciou a sua carreira no teatro e na televisão portuguesa nos anos 1960, e trabalhou com importantes realizadores portugueses do século XX: José Fonseca e Costa, Mário Barroso, Margarida Cardoso, entre outros. Em 2003 publicou o romance Os Sinais do Medo, e desde então já publicou oito livros (romances e contos infantis), para além de participar em coletâneas de contos. Em 2016 publicou o ensaio O Sexo Inútil, sobre o qual escreveu Viriato Soromenho-Marques no prefácio: "Trata-se, como se diria no século das Luzes, de um valioso contributo para a emancipação do espírito humano, para o alargamento das fronteiras do relacionamento exigente, cuidado e civilizado entre as pessoas, seja qual for a sua orientação sexual e género."

Ana Zanatti dedica-se a causas como a Condição Feminina, Defesa dos Direitos LGTB, Conservação dos Direitos Humanos e dos Animais, tendo recebido os Prémios Rede Ex Aequo em 2009 e o Prémio Arco-Íris em 2011.




Tuesday, May 2, 2017

Os Lavoisier dão uma Masterclass no Centro de Língua Portuguesa - Instituto Camões da Universidade de Hamburgo





Os Lavoisier dão uma Masterclass na Universidade de Hamburgo no dia 11 de maio de 2017, das 14 às 16h, no Centro de Língua Portuguesa - Instituto Camões de Hamburgo, e todos/as estão cordialmente convidados/as a vir ouvir. 

Vão falar sobre a música que fazem, sobre as suas influências, sobre o significado do nome, integrando ao mesmo tempo a sua música no panorama musical contemporâneo - e vão tocar ao vivo!

Wednesday, February 1, 2017

Aula com apresentação do novo livro do Dr. Peter Koj sobre Provérbios Portugueses



A pedido dos alunos, que queriam ver tratado o tema dos provérbios em Português, convidámos o Dr. Peter Koj, da Sociedade Luso-Hanseática, que tem vindo a reunir em livro publicações suas na revista mensal Portugal Post, da mesma sociedade. Foi uma aula diferente, em que o nosso convidado explicou a função dos provérbios, a sua relação com a sabedoria popular, o seu caráter fixo e imutável e avesso à mudança. Os alunos foram então convidados a resolver exercícios vários, tendo como pano de fundo os provérbios portugueses.

O Dr. Peter Koj tinha já publicado um livro sobre aspetos e particularidades da língua e cultura portuguesa, Português, meu amor (vd. link em baixo), e como "não há duas sem três", planeia publicar em breve um terceiro livro sobre aspetos do humor português.
















Fotografias de Jessica Nieri 





Thursday, December 15, 2016

Ana Luísa Amaral no Centro de Língua Portuguesa - Instituto Camões da Universidade de Hamburgo







A sala de aula do Centro de Língua Portuguesa - Instituto Camões de Hamburgo tinha-se transformado para uma sessão de leitura com a escritora, poeta e Professora da Universidade do Porto Ana Luísa Amaral, mas mesmo assim parecia pequena para um público tão numeroso. Os alunos e docentes tinham acorrido em largo número, assim como o público lusófono de Hamburgo. Encontravam-se presentes a Prof ª Drª Inke Gunia, a Profª Drª Sílvia Melo-Pfeifer, elementos da comunidade lusófila de Hamburgo como o Dr. Peter Koj da Sociedade Luso-Hanseática, a Senhora Pastora de  Norderstedt Friederike Heinecke, elementos da comunidade portuguesa (Drª Adelina de Almeida Sedas, Drª Otília Banda Dias, entre outros) e da comunidade brasileira de Hamburgo (a diretora do Grupo de Discussão de Temas Brasileiros, Drª Cristina Francisco, e a docente de Português do Instituto de Romanística agora reformada, Vania Kahrsch), e várias turmas de Português dos docentes Dr. Júlio Matias e Fábio Nogueira e da leitora Drª Ana Maria Delgado.

Após as boas-vindas dadas pelo Prof. Dr. Martin Neumann e pela Drª Ana Maria Delgado, a nossa convidada foi saudada pela aluna Luisa Lua (nome artístico de Luisa Hoerder), que interpretou,  acompanhando à guitarra acústica, um poema de Ana Luísa Amaral "Quase de nada místico" musicado pela cantora (vídeo em cima). 

Ana Luísa Amaral deu, então, início à sessão de leitura de poemas seus (sempre acompanhados pela projeção, no quadro, dos poemas em alemão, e pela interpretação consecutiva da Drª Barbara Mesquita), dando explicações e fazendo comentários sobre pormenores, génese dos poemas, etc. Foi muito aplaudida no final, e todo o tempo pareceu pouco ao público que, creio, guardará este evento, e os poemas de Ana Luísa Amaral, em grata recordação.


Prof. Dr. Martin Neumann dá as boas-vindas


Barbara Mesquita faz a interpretação consecutiva


Luisa Lua interpreta o poema de Ana Luísa Amaral "Quase de nada místico", que musicou


Ana Luísa Amaral












Fotos: Gianina Júlio



Público da sessão 




Fotos do público: Cristina Francisco